Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/composo/public_html/encontro2012/admin/includes/database.class.php on line 111
Encontro Compós 2012 - UFJF


Deprecated: Function split() is deprecated in /home/composo/public_html/encontro2012/admin/includes/functions.php on line 14
Influência da tecnologia em produções televisivas é tema de trabalhos em GT - 19/06/2012


 


A segunda manhã do Grupo de Trabalho (GT) em Estudos de Televisão foi marcada por exposições sobre a relação entre produtos televisivos e novas tecnologias. O primeiro a se apresentar foi Alexandre Kieling, da Universidade Católica de Brasília, com o artigo “Conteúdo colaborativo na TV: formulações para a figura narrativa do telespctador”, que analisou o “papel enunciador ao qual as audiências têm sido convocadas”.


De acordo com o autor, vivemos um “tsunami tecnológico”, e a convergência de diversas tecnologias abre novas possibilidades de interação entre as emissoras de TV e os telespectadores. Kieling delimita em seu trabalho o conceito de “Hipertelevisão” – quando os produtos audiovisuais não se restringem mais às grades das emissoras, se estendendo para as redes sociais. Essa nova forma de consumir televisão, segundo a pesquisa, começa a alterar também a produção dos conteúdos televisivos.


Para ilustrar sua tese de que o telespectador vem se tornando mais ativo, Kieling usou como exemplo o quadro “Bola Cheia e Bola Murcha”, lançado no “Fantástico”. Em 2009, a atração chegou a receber 30 mil colaborações por mês, o que corrobora a ideia de interatividade entre emissora e telespectador. O pesquisador faz questão de ressaltar, no entanto, que ao ser veiculado na televisão, o material enviado pelo público é exibido em uma interface gráfica especial, que deixa claro que o conteúdo não foi produzido por profissionais.


Para a relatora do projeto, Ariane Holzbach, da Universidade Federal Fluminense (UFF), é necessário expandir o conceito de televisão, já que o telespectador vem desempenhando um papel cada vez mais ativo e influenciador sobre as mídias, em especial sobre a TV. Um dos objetivos do trabalho, segundo Kieling, é “entender como a televisão se apropria das novas tecnologias para redefinir o processo de significação de seu discurso”.


A apresentação de Kieling foi seguida pela da dupla Maria Immacolata Vassallo de Lopes e Claudia Freire, da Universidade de São Paulo (USP). As duas também se valeu dos avanços tecnológicos para embasar sua pesquisa, que reflete sobre as ferramentas e sobre o monitoramento dos conteúdos gerados pelos usuários nas redes sociais acerca de ficções televisivas.


O artigo “A dimensão epistemológica do monitoramento on-line: para um estudo crítico das técnicas de pesquisa na internet” surgiu, segundo Immacolata, de uma mudança no comportamento do público. “É interessante notar o engajamento do telespectador, que faz questão de publicar seus comentários na rede, mesmo não tendo a obrigação de fazê-lo”, diz. Claudia Freire usa números para ilustrar o argumento defendido por elas na pesquisa: “No primeiro capítulo da novela ‘Avenida Brasil’, houve mais de 60 mil tweets sobre o assunto. Essa estatística é sintomática e revela um novo comportamento do público”, acredita.


Para o professor da Universidade Federal do Ceará e participante do GT, Marcel Vieira Barreto Silva, o momento atual é marcado pela alteração na natureza da produção e recepção de produtos televisivos. “É fundamental que seja feita uma pesquisa empírica sobre a recepção nas redes sociais”, acredita.


Apesar de abordarem aspectos diferentes, os trabalhos apresentados na manhã desta quinta-feira, na visão de Kieling, são complementares. “O debate entre pesquisadores é essencial. A relação entre televisão e novas mídias é muito complexa para ser amparada apenas por uma perspectiva”, conclui, ressaltando a importância da Compós.


Por Luiza Bravo


Aluna do 7° período de Comunicação


 


 



Voltar